Numa parceria com a Associação EPAH, Associação Civil Anima, Projeto Bem Me Quer e contando com o apoio do Programa Municipal de DST/Aids de São Paulo, o Instituto Vida Nova desenvolveu, em 16 de dezembro, uma das Oficinas pelo Projeto Educar para Fortalecer na sede da Associação EPAH.

Este foi um momento privilegiado para discutir, entre usuários, gestores, conselheiros e funcionários de serviços da zona sul de São Paulo, num espaço fora dos respectivos serviços sobre os Conselhos de Saúde locais. Durante o evento, foram ministradas palestras, oficinas e debates importantíssimos para a instrumentalização dos atores locais na atuação em seus respectivos serviços de saúde. A atividade durou todo o dia e contou com 19 pessoas.

A atividade contou o Educador e Ativista José Marcos de Oliveira, Representante do movimento de Aids no Conselho Nacional de Saúde, que abordou a temática voltada para o controle social de forma bem dinâmica e participativa. O mesmo discorreu sobre a história da saúde pública no Brasil, exemplos de boa saúde, Sistema Único de Saúde e seus princípios, Movimento pela reforma sanitária, Reforma constitucional, Política Neoliberal e por fim o papel dos conselheiros gestores. O encontro possibilitou aos participantes, além da troca de experiências entre si, uma reflexão a respeito da Saúde Pública que temos hoje e a que queremos, entendendo melhor a responsabilidade e a força que os Conselhos Gestores tem nesse processo. O Projeto Educar para Fortalecer propiciou além de conhecimento a possibilidade dos conselheiros saírem das suas unidades de saúde e perceberem problemas e dificuldades comuns a todos que podem ser amenizados ou mesmo sanados, tendo em vista que os conselhos unidos podem se fortalecer na luta por uma saúde pública de qualidade.

(colaborou Shimone Lima)